Os 25 lugares lusófonos para conhecer antes de morrer

Os 25 lugares lusófonos para conhecer antes de morrer

Em 2003, a jornalista americana Patricia Schultz, lançou o livro “1000 lugares para conhecer antes de morrer” – 1000 Places to See Before You Die, em inglês. Juntamente com a Unesco recolheu informação sobre os lugares mais especulares nos 4 continentes.

E claro que a língua portuguesa não podia de deixar de estar presente! Dentro dos 1000, 25 são lugares de língua oficial portuguesa e apresentamos-lhe um por um em baixo.

Portugal

Pousada Rainha Dona Santa Isabel, Alentejo.

A Pousada situa-se no cimo da cidade de Estremoz, nas instalações do Castelo. Está classificada como uma Pousada Histórica Portuguesa e data o século XVII.

Cidade de Évora

Évora é a única cidade portuguesa membro da Rede de Cidades Europeias Mais Antigas. O seu centro histórico bem-preservado é um dos mais ricos em monumentos de Portugal, o que lhe vale o epíteto de Cidade-Museu. Em 1986, foi declarado Património Mundial pela UNESCO.

Marvão, Alentejo

Marvão localiza-se no Distrito de Portalegre no topo da Serra do Sapoio, a uma altitude de 860 metros. A vila e as montanhas escarpadas em que se localiza estão inscritas na lista de candidatos a Património Mundial da UNESCO desde 2000.

Serra do Buçaco

A Mata Nacional do Buçaco que existe ainda hoje na Serra do Buçaco foi mandada plantar pela Ordem dos Carmelitas Descalços no primeiro quarto do século XVII. Nessa altura foi contruído o Convento de Santa Cruz do Buçaco que presentemente é o Hotel Palace Buçaco.

A mata considerada uma área protegida pois possui espécies vegetais do mundo inteiro, algumas gigantescas, além do mundialmente célebre cedro-do-buçaco (Cupressus lusitanica).

Óbidos, Leiria

Em 2007 o Castelo de Óbidos foi declarado pelo concurso as Sete Maravilhas de Portugal o segundo dos sete monumentos mais relevantes do património arquitetónico português. E ainda, em 2015, a UNESCO considerou Óbidos como cidade literária, como parte do programa Rede de Cidades Criativas.

Museu Calouste Gulbenkian, Lisboa

O Museu Calouste Gulbenkian está inserido no conjunto que integra o Edifício-sede e parque da Fundação Calouste Gulbenkian. A sua coleção é composta por aproximadamente seis mil peças de arte antiga e moderna, das quais apenas mil e trinta se encontram expostas ao público.

Sintra, Lisboa

Sintra é uma vila portuguesa no distrito e área metropolitana de Lisboa. A Vila de Sintra é notável pela presença da sua arquitetura romântica, resultando na sua classificação enquanto Paisagem Cultural de Sintra e Património Mundial da UNESCO.

Ilha da Madeira.

A Ilha da Madeira é a principal ilha do arquipélago da Madeira, situado no oceano Atlântico. A Laurissilva, floresta que cobria a ilha antes da colonização foi quase inteiramente queimada pelos primeiros colonos, e apenas alguns hectares nos vales a norte da ilha se preservaram. Foi classificada como Património da Humanidade pela UNESCO em 1999. A floresta atual contém espécies endémicas e também plantas trazidas pelos colonos, além de variedades tropicais cultivadas, como a banana e o maracujá, entre outros.

Brasil

Floresta da Amazónia

A região abrange 7 milhões de quilómetros quadrados, dos quais 5 milhões e meio de quilómetros quadrados são cobertos pela floresta tropical. A maioria da floresta está contida dentro do Brasil, com 60% de território, seguida pelo Peru com 13% e com partes menores na Colômbia, Venezuela, Equador, Bolívia, Guiana, Suriname e Guiana Francesa. Foi considerada pela UNESCO, em 2000, Património da Humanidade.

Ver-o-Peso, Belém

É um mercado público inaugurado em 1625. Foi eleito uma das 7 Maravilhas do Brasil por ser um dos mercados mais antigos. É um ponto turístico, cultural e económico da cidade e foi considerado a maior feira ao ar livre da América Latina.

Ariaú Amazon Towers, Manaus

Foi o primeiro e o maior hotel da Floresta Amazónica, possui 288 quartos dispostos em várias torres cilíndricas interligadas por extensas pontes de madeira. Na década de 1990, auge do empreendimento, hospedou o ex-presidente dos Estados Unidos Jimmy Carter, o oceanógrafo francês Jacques Cousteau, o bilionário Bill Gates, entre muitas outras celebridades. Devido a uma dívida milionária com a Petrobras Distribuidora, associada a disputas judiciais de herdeiros, em setembro de 2015 o hotel fechou as portas e ficou ao abandono.

Refúgio Ecológico Caiman, Minas Gerais

O Refúgio Ecológico Caiman é um hotel de ecoturismo situado no Pantanal de Minas Gerais. O objetivo é integrar quem lá for na natureza selvagem do Pantanal e na cultura da região.

Tiradentes, Minas Gerais

Tiradentes tem uma igreja matriz construída em 1710 e é a segunda igreja feita em ouro do Brasil, considerada uma das mais belas construções barrocas do país. No interior há um órgão datado de 1788, um dos quinze mais importantes do mundo. Foi construída no século XVIII, durante o tempo em que o Brasil era uma colónia portuguesa.

Fernando de Noronha, Pernambuco.

Fernando de Noronha é um arquipélago brasileiro do estado de Pernambuco. Formado por 21 ilhas, ilhotas e rochedos de origem vulcânica. Após uma campanha liderada pelo ambientalista José Truda Palazzo Júnior, em 14 de outubro de 1988 a maior parte do arquipélago foi declarada Parque Nacional. É também o lugar de observação mais regular de golfinhos rotadores em todo o planeta. Em 2001 a UNESCO declarou Fernando de Noronha Património Natural da Humanidade.

Dunas de Natal, Rio Grande do Norte

O Parque Estadual Dunas de Natal, é uma reserva de 1.172 hectares de Mata Atlântica situada no coração da cidade de Natal. Foi a primeira unidade de conservação ambiental implantada no estado do Rio Grande do Norte. É parte integrante da reserva da biosfera da Mata Atlântica reconhecida pela UNESCO e, por isso, declarada Património Ambiental da Humanidade.

Búzios, Rio de Janeiro

É uma península com oito quilômetros de extensão e 23 praias. Recebe de um lado correntes marítimas do Equador e do outro correntes marítimas do Pólo Sul, o que faz com que tenha praias tanto de água morna como de água gelada.

Paraty, Rio de Janeiro

Junto ao oceano, entre dois rios, Paraty está a uma altitude média de apenas cinco metros. Por estar localizada quase ao nível do mar, a cidade é projetada consoante o fluxo das marés. Consequentemente, muitas das ruas são periodicamente inundadas pela maré.

Carnaval, Rio de Janeiro

Carnaval do Rio de Janeiro é uma festa popular de cunho religioso e histórico-social realizada durante cinco dias consecutivos no mês de fevereiro desde 1893. É considerado o maior carnaval do mundo pela Guiness World Records.

Copacabana Palace, Rio de Janeiro

Com quase um século de existência, o Belmond Copacabana Palace continua a ser um dos mais importantes estabelecimentos hoteleiros da cidade e do Brasil. É conhecido em todo o Brasil por hospedar celebridades internacionais que visitam o Rio de Janeiro. O hotel já foi eleito diversas vezes como o melhor hotel da América do Sul e em 2009 recebeu o prémio World Travel Award, um dos mais importantes prémios de turismo mundiais.

Praia de Copacabana no Ano novo, Rio de Janeiro

O Réveillon em Copacabana é a maior festa de passagem do ano do Brasil e do mundo, que acontece na praia de Copacabana. A festa conta com um fogo de artifício de dezasseis minutos, concertos de diversos artistas e atraí atualmente cerca de dois milhões de pessoas por ano.

Corcovado, Rio de Janeiro

O Corcovado é uma das colinas da cidade do Rio de Janeiro, célebre no Brasil e no mundo pela por ser o pedestal da estátua do Cristo Redentor de 38 metros de altura. Esta estátua é um dos principais símbolos do país e oferece uma vista panorâmica privilegiada do Rio de Janeiro.

Praia do Ipanema, Rio de Janeiro

A praia de Ipanema tem 2,6 km de extensão. É uma das praias mais famosas da cidade, perde em popularidade apenas para a praia de Copacabana. Ipanema foi a inspiração do compositor Vinícius de Moraes quando lançou a música Garota de Ipanema.

Cidade Alta, Salvador da Baía

Salvador foi a primeira capital do Brasil, construída a partir de 1545 como cidade-fortaleza, destinada à administração colonial e comércio. O seu crescimento deu-se em dois planos: a Cidade Baixa e a Cidade Alta.

Festival do Salvador, Salvador da Baía

Considerado um dos maiores eventos musicais do verão brasileiro, o festival é realizado em datas variáveis, entre os últimos dias de janeiro e os primeiros dias de fevereiro, antes do Carnaval. É caraterizado pela diversidade musical, por receber artistas dos mais variados géneros e gerações musicais, brasileiros ou estrangeiros.