E-mails em Inglês? Seja um expert!

E-mails em Inglês? Seja um expert!

Os 5 erros mais comuns e como evitá-los.

Tem negócios ou algum tipo de relação comercial com o estrangeiro?

Se a sua resposta é sim, a certo ponto teve que comunicar em inglês com os seus clientes ou parceiros. E neste tipo de relações, a forma de comunicação mais comum é o e-mail.

Numa questão de negócio internacional, um erro num documento, relatório ou num e-mail, poderá comprometer todo o seu trabalho. Como tal, iremos localizar-lhe os 5 erros mais comuns.

  1. Escrever incorretamente o nome do destinatário.

Geralmente, parece uma tarefa simples e óbvia, porém, é necessária a atenção redobrada a este pormenor:

-Ao escrever um e-mail em inglês, provavelmente o destinatário terá um nome de origem estrangeira com uma ortografia diferente dos nomes que são naturais do nosso país.

– Os corretores ortográficos ao não reconhecerem o nome, corrigem-no de forma automática, fazendo com que “Anna”, passe a “Ana”; “Ben”, a “Bem” ou até “Uwe”, a “Uva”.

Então, deve sempre confirmar que o nome está escrito corretamente antes de enviar o e-mail. Imagine se recebesse um e-mail no qual se dirigissem a si como “Riot” em vez de “Rita”, qual seria a sua opinião em relação à consideração que lhe foi dada pelo remetente?

  1. Enviar e-mails com erros ortográficos e gramaticais.

Com o Spell Checker, (Corretor ortográfico), do seu computador, existe, de facto, uma verificação ortográfica que deteta a maioria dos erros. Mas existem vários que não são detetados: “to” em vez de “too” ou “know” em vez de “now”.

Uma mensagem com erros transmite uma imagem de desleixo – não perca a oportunidade de mostrar que tem atenção ao detalhe!

  1. Omitir a saudação inicial.

Mesmo que não saiba o nome do destinatário, deverá sempre incluir a saudação, bem como evitar a expressão “The whom it may concern”, (“para quem possa interessar), de maneira a não sugerir que não se preocupou o suficiente com o destinatário.

Logo, é preferível escrever “Dear (name) Department” ou “Dear (name) Team” ou, se o e-mail incluir diversos destinatários “Dear Colleagues” ou “Dear customers”.

  1. Escrever e-mails demasiado longos e complexos.

Tente evitar frases longas, uma vez que se tornam difíceis de perceber e não exponha várias ideias distintas num só parágrafo.

No dia-a-dia mundial, ninguém tem tempo para decifrar um e-mail. Seja “Simples”; “Direto” e “Exato” ou, até, dividir por pontos a mensagem.

  1. Ser demasiado formal.

Contrariamente à nossa típica saudação portuguesa “Exmo. Senhor Professor Doutor (nome)”, utilizar a estrutura em inglês não irá soar bem para o leitor.

O inglês é um idioma que requer menos formalidade do que o português. Assim, na maioria das vezes, a simples saudação “Dear (name)” é suficiente e o mesmo se aplica à aplicação de palavras “caras”.

 

Nunca se esqueça “Less is more”!

 

Respectfully yours,

L10N

Tags: