Em Itália, seja italiano!

Em Itália, seja italiano!

Guia de conduta para se localizar lá fora

1

Valorize as relações interpessoais.

O povo italiano procura ganhar confiança com a pessoa com quem pretende fechar um negócio. Assim, é comum tentar conhecê-lo noutros contextos.

Permita que o conheçam, fale dos seus passatempos e da sua família, uma vez que a família é muito respeitada em Itália e não é considerado estranho falar-se nela em encontros formais.

2

Aceite sempre um convite.

Os convites para almoço e jantar devem ser bem-vindos. A rejeição do convite é a pior coisa que pode fazer a um italiano. Reserve longos períodos de tempo para uma refeição com eles.

3

Tente falar italiano.

Em Itália existe paixão pela comunicação e o seu esforço para falar a língua do país será reconhecido e apreciado.

4

Elogie e respeite os costumes culinários.

A criação de laços e negócios anda de mãos dadas com a comida! Desfrute de cada sabor, não se iniba de elogiar o que está a comer e poderá “Fare la scarpetta” (traduzido literalmente para “fazer o sapatinho”), que significa que “limpar o prato” com pão não é considerado falta de boas maneiras. E não se esqueça do vinho tinto! O vinho é considerado o acompanhamento ideal para uma refeição e os italianos são ensinados, desde pequenos, a degustá-lo.

5

Seja expressivo.

Os italianos são muito expressivos e, como tal, valorizam a forma como se expressa. O silêncio deixa os italianos incomodados, bem como ser reservado. E “ficar à parte” é considerada uma má característica de alguém – é sinal que não está entusiasmado ou que é arrogante.

6

A “bella figura”, o cuidado com a aparência.

Aposte na aparência física, porque esta será uma das chaves para os negócios. É considerada como um reflexo da sua posição, da empresa que representa e irá oferecer-lhe bases sólidas de negociação. Tão importante como a aparência física, é a aparência dos documentos que apresentar: deverão ser cativantes (seja criativo) e os cartões de visita deverão ser bilingues.

7

Não apresse as negociações.

É considerado sinal de fraqueza, falta de confiança na sua empresa e no que propõe.