Carnaval: uma tradição celebrada em português

L10N - Carnaval: uma tradição celebrada em português

Carnaval: uma tradição celebrada em português

O inverno está a chegar ao fim este ano e, em Portugal, o fim da mais fria das estações é celebrado com alegria, exuberância, música e… Pessoas meio-nuas a dançar na rua!

O Carnaval está a chegar!

Esta festividade tem grande importância no mundo Lusófono. Para alguns, chega mesmo a ser a altura mais importante do ano! Embora a língua portuguesa seja o idioma mais falado no Carnaval, nós, os Lusófonos, estamos longe de ser os únicos a celebrá-lo. Mas será que o celebramos da mesma forma que as outras culturas? Vejamos…

As raízes históricas do Carnaval são comuns a todos mas, ao longo do tempo, as comunidades locais foram adaptando diferentes tradições que perduram ainda nos nossos dias. Pensa-se que o Carnaval tem as suas origens na Grécia, por volta de 600 a.C., quando as pessoas adoravam os deuses através de festivais e oferendas. Mais tarde, cerca de 500 d.C., a Igreja Católica incorporou esta festividade no seu cânone e definiu que seria antes da Quaresma. Nesta tradição Cristã, a terça-feira que precede a Quarta-feira de Cinzas, que marca o início da Quaresma (um período de jejum, penitência e oração), era celebrada com grandes festivais e celebrações e acabou por se tornar no que, hoje em dia, conhecemos como Mardi Gras (Terça-feira Gorda). Durante estas festividades, as pessoas podiam pecar e viver as suas fantasias, já que na Quaresma seguinte poderiam arrepender-se e voltar a cair na graça de Deus. Ao longo do tempo, estas festividades tornaram-se numa tradição estabelecida.

Cada comunidade tem a sua própria forma de celebrar o Carnaval e existem milhares de tradições diferentes e originais: Veneza é famosa pelos seus bailes de máscaras, Nova Orleães é imediatamente associada ao excêntrico Mardi Gras, as luzes de Basileia apagam-se para o Morgestraich, as ruas de Nice são invadidas por Cabeçudos de papel maché, Bogotá transforma-se num campo de batalha numa guerra de flores e as pessoas ficam loucas no Quebeque e vão dançar para a neve! Contudo, se tivermos de coroar um Rei do Carnaval… A coroa terá de ser usada pelo Brasil. O Rio de Janeiro é, provavelmente, o que tem mais destaque mas seria muito mais justo afirmar que é todo o Brasil quem domina o Carnaval. No Brasil existe até o «Carnaval fora de horas». Trata-se de celebrar o Carnaval em diferentes alturas do ano. A influência do Brasil sobre a forma como se celebra o Carnaval é tão grande que até os Japoneses celebram o «Carnaval de Samba de Asakusa», que é celebrado em português! Por isso, se estiver no Brasil e tiver o tempo e o dinheiro para viajar, terá boas hipóteses de celebrar o Carnaval em qualquer altura do ano.

É óbvio que somos um pouco parciais em considerar o Brasil como o Rei do Carnaval, e sabemos bem que existem outras celebrações em outros lugares. No entanto, nesta questão, teremos de manter a nossa opinião!

Portugal tem as suas próprias tradições no Carnaval, contudo, incorporámos muito do que os nossos «irmãos transatlânticos» partilharam connosco. Hoje em dia, o Carnaval em Portugal é um caldeirão de tradições conservadoras e ancestrais Célticas juntamente com as tradições arrojadas, coloridas e vibrantes do Brasil, como o samba, o olodum e as passistas.

O Carnaval é uma altura de feitos diferentes e extravagantes: a cidade de Recife, no Brasil, detém o recorde do maior bloco (grupo organizado de pessoas que dançam atrás de um trio elétrico ou de uma escola num desfile); a pequena vila de Sesimbra, em Portugal, detém o recorde da maior concentração de palhaços com o seu Desfile dos Palhaços; e os EUA detêm o recorde do Carnaval com maior participação nacional.

Seja qual for o modo de celebrar, o país ou a cultura, existe algo que une todas as culturas no Carnaval: o sentido de alegria e de diversão.

Se se sente perdido(a) e não sabe onde ir no Carnaval, a L10N Making Translation Invisible localiza-o e qualquer conteúdo que queira partilhar no Carnaval.

A L10N Making Translation Invisible deseja-lhe um Carnaval cheio de alegria e felicidade!